News Release 

Telereabilitação beneficia pacientes com cânceres em estágio avançado

Mayo Clinic

ROCHESTER, Minnesota. -- Uma pesquisa recente liderada por Andrea Cheville, M.D., uma médica fisiatra da Mayo Clinic, sugere que proporcionar serviços de reabilitação à distância para pacientes com câncer em estágio avançado melhora suas funções físicas, dores e qualidade de vida ao mesmo tempo que permite que eles passem menos tempo em hospitais e casas de repouso. Os resultados estão publicados na edição online da JAMA Oncology.

"Pacientes com câncer em estágio avançado muitas vezes perdem suas capacidades funcionais e, com essa perda, eles têm uma qualidade de vida pior e menos habilidade para tolerar seus tratamentos", disse a Dra. Cheville. "Nós sabemos que reabilitação e exercício podem reverter ou diminuir essas perdas, mas é muito difícil para os pacientes encontrarem e ainda mais conseguirem esses serviços. O resultado é que muitas pessoas perdem a habilidade de cuidar de si mesmas e se tornam completamente dependente dos outros. Nós estamos interessados em descobrir se um programa de telereabilitação facilmente acessível poderia melhorar as funções e a independência desses pacientes."

Para esse estudo, a telereabilitação começou com um fisioterapeuta fornecendo aos participantes programas de condicionamento físico individualizado por telefone. O progresso foi monitorado e o comentário sobre o nível de dor e as funções físicas do paciente foi compartilhado entre fisioterapeutas e pacientes de modo online ou por telefone, dependendo da preferência do paciente. Quando necessário, os pacientes foram indicados a um fisioterapeuta local para aperfeiçoar ainda mais seus programas.

O teste envolveu 516 participantes com cânceres em estágio avançado que estavam experienciando limitações funcionais. Os sujeitos foram aleatoriamente colocados em um grupo entre três. O primeiro foi o grupo de controle, no qual os pacientes continuaram com seus cuidados e atividades usuais. O segundo grupo recebeu a intervenção da telereabilitação. E o terceiro grupo recebeu medicação para controle da dor além da telereabilitação. O terceiro grupo foi incluído para avaliar se a adição de medicamentos para controle da dor ressaltaria os benefícios da telereabilitação.

Os resultados indicaram que os sujeitos alocados somente na telereabilitação tiveram os maiores benefícios: maiores níveis funcionais e independência, dor reduzida e menos dias em hospitais e casas de repouso. "Nós não nos surpreendemos que a telereabilitação foi benéfica, mas nós ficamos surpresos que a adição da medicação para controle da dor não melhorou ainda mais os resultados. Nós planejamos explorar mais esses resultados em pesquisas futura", disse a Dra. Cheville.

No geral, esse estudo sugere que expandir o cuidado do câncer para incluir a telereabilitação e focar em manter força e função pode ajudar pessoas com câncer a melhorar sua qualidade de vida e protegê-los de longos períodos de hospitalização e estadias em casa de repouso.

O time da pesquisa incluiu Andrea Cheville, M.D.; Timothy Moynihan, M.D.; e Charles Loprinzi, M.D. -- todos da Mayo Clinic -- e também Jeph Herrin, Ph.D., da Yale School of Medicine, e Kurt Kroenke, M.D., Richard L. Roudebush Veterans Affairs Medical Center, Indianapolis, Indiana.

Pesquisa em telereabilitação como essa é uma das várias maneiras que a Mayo Clinic expande conhecimento e cuidado para mais pessoas através de plataformas inovadoras de telemedicina que melhora o acesso e o resultado para pacientes e a colaboração com outros provedores e pesquisadores.

###

Sobre a Mayo Clinic

A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a prática clínica, a formação e a pesquisa, que presta cuidados especializados e abrangentes a todos que buscam a cura. Saiba mais sobre a Mayo Clinic. Visite a página Mayo Clinic News Network.

Contato de imprensa: Sharon Theimer, Relações públicas da Mayo Clinic, 507-284-5005, e-mail: newsbureau@mayo.edu

Disclaimer: AAAS and EurekAlert! are not responsible for the accuracy of news releases posted to EurekAlert! by contributing institutions or for the use of any information through the EurekAlert system.