News Release 

Pesquisa da Mayo Clinic descobre como as células-tronco reparam danos causados por ataques cardíacos

Mayo Clinic

ROCHESTER, Minnesota -- Pesquisadores da Mayo Clinic descobriram mecanismos de cura ativados por células-tronco após um ataque cardíaco. As células-tronco restauraram o músculo cardíaco devolvendo-o ao seu estado anterior ao ataque cardíaco, fornecendo um esquema sobre como as células-tronco podem funcionar.

O estudo, publicado no NPJ Regenerative Medicine, revela que as células cardiopoiéticas humanas se concentram em proteínas danificadas para reverter alterações complexas causadas por um ataque cardíaco. As células cardiopoiéticas são derivadas de fontes de células-tronco adultas de medula óssea.

"A extensão da alteração causada por um ataque cardíaco é grande demais para que o próprio coração se repare ou para impedir a ocorrência de novos danos. Notavelmente, porém, a terapia com células-tronco cardiopoiéticas reverteu, total ou parcialmente, dois terços dessas alterações induzidas pela doença, de modo tal que 85 por cento de todas as categorias funcionais celulares afetadas responderam favoravelmente ao tratamento," afirma Andre Terzic, Doutor em Medicina, Ph.D., diretor do Centro de Medicina Regenerativa da Mayo Clinic. O Dr. Terzic é o autor principal do estudo.

Esse novo entendimento sobre como as células-tronco restauram a saúde do coração poderia fornecer a estrutura para aplicações mais amplas de terapias com células-tronco sobre várias doenças.

"O modo de ação real das células-tronco na reparação de um órgão lesado até agora foi mal compreendido, limitando sua adoção nos cuidados clínicos. Este estudo lança luz sobre os mecanismos regenerativos mais íntimos, contudo abrangentes, estabelecendo um plano de ação para a aplicação responsável e cada vez mais informada de células-tronco", afirma o Dr. Terzic.

As cardiopatias são a causa principal de morte nos Estados Unidos. A cada 40 segundos, alguém nesse país sofre um infarte, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças. Durante um ataque cardíaco, parte do tecido do coração morre, enfraquecendo o órgão.

"A resposta do coração doente ao tratamento com células-tronco cardiopoiéticas revelou o desenvolvimento e crescimento de novos vasos sanguíneos, juntamente com novo tecido cardíaco", acrescenta Kent Arrell, Ph.D., pesquisador cardiovascular da Mayo Clinic e primeiro autor do estudo.

A pesquisa

Pesquisadores compararam os corações doentes de ratos que não foram tratados com terapia de células-tronco cardiopoiéticas humanas com os que receberam o tratamento. Por meio de uma abordagem de dados científicos para mapear todas as proteínas no músculo cardíaco, os pesquisadores identificaram 4000 proteínas cardíacas, mais de 10 por cento das quais foram danificadas pelo ataque cardíaco.

"Apesar de termos antecipado que o tratamento com células-tronco produziria um resultado benéfico, ficamos surpresos com o fato de ter mudado o estado de corações doentes para um estado saudável novamente, como antes da doença", diz o Dr. Arrell.

As células-tronco cardiopoiéticas estão sendo testadas em ensaios clínicos avançados em pacientes cardíacos.

"Os achados atuais enriquecerão a base de conhecimento relativa a terapias com células-tronco e podem chegar a orientar regimes terapêuticos no futuro", afirma o Dr. Terzic.

A realização do estudo foi possível graças a subsídios de Institutos Nacionais de Saúde (R01 HL134664 e T32 HL07111), da Medicina Regenerativa em Minnesota (021218BT001), da Marriott Family Foundation, do Programa de Medicina Cardíaca Regenerativa Van Cleve, da família de Michael S. e Mary Sue Shannon, e do Centro de Medicina Regenerativa da Mayo Clinic.

###

O Dr. Terzic é diretor do Michael S. and Mary Sue Shannon, Centro de Medicina Regenerativa da Mayo Clinic, professor da Marriott Family de Pesquisa de Doenças Cardiovasculares, e diretor da Marriott Family, Medicina Cardíaca Integral e Regenerativa.

Sobre o Centro de Medicina Regenerativa da Mayo Clinic

O Centro de Medicina Regenerativa da Mayo Clinic tem como objetivo integrar, desenvolver e implantar novos produtos e serviços de medicina regenerativa que diferenciam continuamente a prática da Mayo de atrair pacientes do mundo todo para tratamentos complexos. Saiba mais no site do Centro de Medicina Regenerativa da Mayo Clinic.

Sobre a Mayo Clinic

A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter outras notícias da Mayo Clinic e acesse Por Dentro da Mayo Clinic para obter mais informações sobre a Mayo Clinic.

Contato de mídia:

Sharon Theimer, Relações Institucionais da Mayo Clinic, 507-284-5005, newsbureau@mayo.edu

Disclaimer: AAAS and EurekAlert! are not responsible for the accuracy of news releases posted to EurekAlert! by contributing institutions or for the use of any information through the EurekAlert system.